Mostrando postagens com marcador Pintura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Pintura. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 25 de março de 2015

Almofadas Divertidas

Esse é um trabalho realmente delicioso de se fazer. Aliás, criar coisas é meu fraco... ou meu forte! Quem sabe?
De qualquer forma, preciso estar sempre inventando algo, e essas montagens, principalmente com imagens de casinhas (como essa), nos transmitem um gostinho de saudade, de bons tempos, de primavera, de bolo de fubá, de ingenuidade... Tudo que pudermos imaginar. 


O mais interessante, é que dá para fazer qualquer coisa nessas almofadas, inclusive aplicar desenhos infantís de verdade, de alguma criança que amamos. Em caso de dúvidas, é só entrarem em contato comigo, ok?

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Desenho de Mulher em aquarela: A Tatuada

Às vezes conseguimos coisas inusitadas em nossas vidas, como esse desenho que fiz de um nú feminino, uma mulher tatuada, usando caneta à nanquim e pintado com aquarela, que, por incrível que pareça,  gostei muito. Muito mesmo! Tanto é que estou publicando.

Na verdade, meu recesso criativo, foi apenas para os artesanatos mais comuns, sabiam? Pois em 2013, volei a desenhar, coisa que não curtia há anos… Exceto desenhos de planejamento, moldes, bichos e bonecos. Desenhos artísticos, livres, inspirações eu não tive e nem fiz nos ultimos dez ou quinze anos…

Ficou singela. Gostei do papel, das cores, da composição e do resultado final.

Foto0689 2

Foto0690

Voltando aos poucos a postar no blog, vou também postando coisas guardadas, terminadas, esquecidas… assim, devagarzinho.

Era isso por hoje!

segunda-feira, 15 de março de 2010

Pratos pintados à mão

Muitas das coisas que gosto ficam arquivadas a espera de serem executadas algum dia…

Às vezes eu consigo fazer, como é o caso dos pratos pintados abaixo, que apesar de ter visto numa revista Cláudia em 1996 e guardado as instruções por anos, acabei fazendo eles numa oficina para alunos do EJA (curso noturno de jovens e adultos da prefeitura de Florianópolis), na praia do Campeche em 2003, onde eu atuava como professora de artes.

Como ainda restam alguns exemplares, posto para quem aprecia, e no Cria Trecos as instruções para quem quiser fazer também:

Mini Scrap espaço 006

Esse modelo zebrado fiz por encomenda para uma loja de decorações e artesanatos em Porto Alegre/RS, e a  marquinha, PKd, eu usava nos objetos de design, antes de inventar a "Cria Trecos".Mini Scrap espaço 007

 

 

 

 

 

 

 

 

A pintura é feita na parte de trás de louças transparentes, com uma técnica inversa, por isso a xícara tem os desenhos pelo lado de dentro, onde recebe os alimentos, e são pretos embaixo e por fora.Mini Scrap espaço 009

 

 

 

 

 

 

 

 

A durabilidade depende do cuidado de quem usa, pois se ficar em uma pia cheia de louças e/ou manusear de qualquer jeito acabam descascando nas pontas. Caso contrário utiliza-se por muito tempo, e qualquer convidado vai gostar deles.

Mini Scrap espaço 005

Esse abaixo é um prato fundo que foi começado por um aluno e terminado por mim. Na época os alunos gostaram tanto de fazer os pratos que acabaram com o estoque de Duralex rasos de uma lojinha de 1,99 que tem perto da escola.

Mini Scrap espaço 004

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Frida Khalo menina

Minha irmã esteve em Bariloche  e comprou essa linda Frida menina, que eu adooooorei!

Além de colorido, com um fundo azul turquesa esverdeado, o quadro é tão forte quanto as obras da própria Frida. Exceto pelo fato de esse ser alegre, e de não transmitir o sofrimento da artista, como em suas obras, que muitos pensavam ser surrealistas, mas que eram apenas a forma como ela se via em seus auto-retratos, repletos de dor, tristeza e desgostos, entre eles o fato de nunca poder ter tido um filho…Fridinha 2

A(o) artista que pintou o quadro se chama Prandi. Geralmente as galerias possuem um currículo dos artistas, mas infelizmente dessa(e) não tinha, mas parece que é natural de Bariloche mesmo.

A pequena é muito parecida com a Frida Khalo. Confira no auto retrato abaixo:

Frida Khalo

Desculpem-me a falta de postagens nessa semana que passou, mas é porquê eu estava fazendo muitas coisas ao mesmo tempo.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Pintura na casinha de bonecas reciclada

Aos poucos vou fazendo as minhas coisas… É uma aqui, outra ali, que estive até questionando: talvez seja melhor nem contar a data ou o tempo que "estou a fazer", como dizem os portugueses, determinado trabalho.
Faço muuuuuintas coisas, e alterno entre elas o "meu fazer". A casinha de bonecas é uma que vai aos poucos. Só espero que a Beatriz deixe ela viver para ser mobiliada e humanizada, pois brinca bastante com ela entre as etapas. Essa semana ela serviu de beliche para uma Barbie, uma Susi e um Bob.
Dentro - Rosa Claro
Nessa foto está só com a primeira demão em rosa bem clarinho. Por fora pintei de verde, e como não dei o fundo, acho que terei que dar mais duas ainda. As janelas, pretendo fazer em azul hortência mais escuro.
Por enquanto é só. Qdo fizer outra etapa, prometo mostrar.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Base ou preparação de fundo

Para cobrir fundos de caixas com letreiros, fotos, recortes de revistas, jornais, etc..., a pintura é a técnica mais indicada, mesmo que depois você vá trabalhar com colagens ou outra técnica sobre a superfície desse fundo.

Cuidados:
- Procure passar tinta da cor do fundo dos letreiros, ou branco se não tiver a mesma cor, dando o número de demãos necessárias para dar cobertura. Em geral, de 2 a 3 demãos são suficientes.
- Estique bem a tinta. Isso significa que você deve puxar bem a tinta com o pincel, até limpá-lo quase que completamente sobre a superfície, para recarrega-lo com tinta.
- Espere secar bem a superfície entre as demãos, para depois trabalhar novamente.
- Superfícies mais duras e ásperas (caixas de madeira, madeirite...) podem ser lixadas antes da aplicação da cor final.
- Aplique a cor final desejada sobre esse fundo, dando tmabém 2 ou 3 demãos.


O BRANCO SERVE DE FUNDO PARA
QUALQUER COR,
PRINCIPALMENTE QUANDO FOR PARA
CLAREAR


AS CORES ESCURAS (VERMELHO, AZUL, VERDE...), SÓ PODEM TER BOA COBERTURA SEM O USO DO FUNDO, SE APLICARMOS SOBRE TONS MARRONS, CINZAS OU PRETOS.

Base ou preparação de fundo

Para cobrir fundos de caixas com letreiros, fotos, recortes de revistas, jornais, etc..., a pintura é a técnica mais indicada, mesmo que depois você vá trabalhar com colagens ou outra técnica sobre a superfície desse fundo.

Cuidados:
- Procure passar tinta da cor do fundo dos letreiros, ou branco se não tiver a mesma cor, dando o número de demãos necessárias para dar cobertura. Em geral, de 2 a 3 demãos são suficientes.
- Estique bem a tinta. Isso significa que você deve puxar bem a tinta com o pincel, até limpá-lo quase que completamente sobre a superfície, para recarrega-lo com tinta.
- Espere secar bem a superfície entre as demãos, para depois trabalhar novamente.
- Superfícies mais duras e ásperas (caixas de madeira, madeirite...) podem ser lixadas antes da aplicação da cor final.
- Aplique a cor final desejada sobre esse fundo, dando tmabém 2 ou 3 demãos.


O BRANCO SERVE DE FUNDO PARA
QUALQUER COR,
PRINCIPALMENTE QUANDO FOR PARA
CLAREAR


AS CORES ESCURAS (VERMELHO, AZUL, VERDE...), SÓ PODEM TER BOA COBERTURA SEM O USO DO FUNDO, SE APLICARMOS SOBRE TONS MARRONS, CINZAS OU PRETOS.