Mostrando postagens com marcador Meus trecos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Meus trecos. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 31 de março de 2011

Sala de estar e de trabalho

Achei, (literalmente), essas imagens da minha sala e dos meus trabalhos de julho do ano passado. Elas sobraram do álbum que montei da Gata dos Olhinhos e estavam perdidas

Continuo meio parada nas criações, crafts, cartões, ou o seja o que for, então resolvi repassar um pouco das minhas coisas da casa.

Apesar de serem de junho do ano passado, esse é geralmente o estado normal de bagunça, mas só as vezes me dou conta que está sempre assim… Bem, avaliem.

Entrada da minha casa:Sala de Trabalho (7)

 

Agora aqui na entrada, está com uma mesa baixinha, mas não muda muito. Acho bem feinha essa entrada:Sala de Trabalho (8)

 

Logo em frente a porta fica minha máquina de tricô Elgin nova, com pente. A antiga fica no quarto. O local é bom para fazer tricô, pois a janela ilumina e alegra:Sala de Trabalho (6)

 

Em frente a janela está a mesa, minha velha companheira de 30 anos... Tá quase tudo igual, só muda os trabalhos e os materiais. E o meu pequeno, ops! grande Vítor, que acho que cresceu mais de 15 cm em 8 meses (data das fotos). Sempre no computador. Idade da murrinha, tá difícil!Sala de Trabalho (5)

 

A máquina de costura fica numa mesinha de datilógrafa, com rodas e uma mesa auxiliar que se puxa para fora. Essa sim, é raro estar na sala. Costuro sempre no quarto. Sento na cama e ela fica um caos. Sinceramente eu gosto. Acho que acostumei.Sala de Trabalho

 

Aqui foi um expositor de acrílico que fiz, com dois outros de uma linha de cosméticos que iriam para o lixo. Fiz na época da feirinha que fiz uma vez em Coqueiros.Sala de Trabalho (4)

 

Esses eram os artesanatos que expus na época: A Gatinha bem à direita, bernuças, chaveiros, blocos, abayomis e outros. Sala de Trabalho (2)

 

O outro lado da sala é de estar, tem o surubanco com as almofadas, uma janela lateral, mais uma que faz divisa com a cozinha, quadros…E aqui eu.  Bem, esse é o Big Eu de hoje.

P2120099A

Essa sou eu. É assim que eu trabalho. É assim que eu vivo.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Etiquetas novas

Eu adoro reciclar, mas tem coisas que não consigo fazer reciclando. É o caso das etiquetas permanentes, para aplicar em objetos de tecido, como bonecos, pingentes, bolsas, carteiras, etc.

As etiquetas de papel (ou tags, como se usa chamar mais recentemente), e os cartões de visita, que faço com carimbos e colagens sobre cartões reaproveitados, me deixaram muito satisfeita com o resultado que obtive quando os criei. Porém, queria colocar etiquetas que resistissem ao tempo e a lavagens dos objetos, então mandei fazer essas:Cones de Natal 057

São de nylon resinado, pois as de cetim (melhor para roupas), além de serem muito caras, teriam que ser feitas em grande quantidade. Então, optei por essas, que consegui mandar fazer apenas um rolo de 100 metros (+ ou - 2000 unidades), e elas já estão cumprindo seu papel direitinho. Além de poder costura-las nas peças, também posso colar quando for possível.

Gostei muuuuuuito!

Cones de Natal 058

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Tesoura nova

Estou terminando um trilho natalino em Patchwork, e já está quase pronto. Mas hoje vou falar de tesouras. Ou melhor das minhas tesouras.

Já faz um mês que chegou a segunda nova tesoura.

Olha ela aí, junto com a velha, minha companheira de mais de 25 anos, que fez todos meus trabalhos em papel e materiais diversos. Frequentou a faculdade, fez lembrancinhas de nascimento e festas de aniversário. Oficinas e cursos, muitas coisas mesmo.

Tenho também a tesoura da costura, maior e tb  antiga. Mas fica guardada a sete chaves. Nunca cortou nada além de tecidos.Tesoura Nova 020Nessa história existe um terceiro personagem, que adquiri fazem uns 6 meses, e que já me deixou muito irritada: A primeira tesoura nova, a decepção!  É essa mais abaixo e a direita:Tesoura Nova 022 Ela se  tornou um estorvo, mais incomodava que ajudava a fazer os trabalhos.

Além de defeituosa, (com aquele parafusão para fora, sem nenhuma ergonomia), essa tesoura ainda é dependente de um kit. É isso mesmo! Tem que carregar um kit de chave de fenda e alicate na bolsa junto com ela, pois a porca se solta muitas vezes ao trabalhar.Tesoura Nova 024

Tesoura Nova 034

Aí, começa outra ladainha, se apertar demais não se consegue abrir a tesoura com os dedos, se apertar de menos, fica frouxa e não corta… Termos que parar de trabalhar a todo instante para apertar o parafuso, se irritar e perder nosso tempo precioso. Decididamente ela não serve para trabalhar!

Uma pa-ra-nóóóóóóóiaaa! Por isso estou tããããããão feliz, com a nova, que é boa, e exatamente igual a antiga.Tesoura Nova 030

 Esse é o nome da tesoura mal projetada:Tesoura Nova 032

Acho que a solução (solution) do fabricante dessa tesoura inútil, pois não cumpre a sua utilidade, é anexar de brinde na hora da venda o kit (chave de fenda e alicate) e assinar assim seu atestado de incompetência. He! he! he!

Não vou estragar meu humor por causa de empresas que sabotam a si ´próprias…

O fato é inexplicável, pois as duas fabricantes são uma mesma empresa, a Eberle, da primeira tesoura nova, e a Mundial, da segunda tesoura nova, a boa, são empresas incorporadas. Não combina a fama de qualidade do nome da primeira, com o descaso com o consumidor da outra que nem respondeu aos meus emails, Sei lá …

Bem, junto com a segunda tesoura nova, comprei um tecidinho com estampas de botões. Não me contive quando vi. Achei lindo e acho que vou fazer carteiras com ele. Ainda estou pensando. Também aproveitei e comprei enfeites (falso bordado) para as Bonecas da Iara.

Tesoura Nova 028

Tesoura Nova 029

É só isso.

domingo, 10 de outubro de 2010

Um prato de trabalhos

Essa foto já tem uns 15, 20 dias, mas é a mais nova que tenho. Eu tirei fotos também da minha encomenda de niqueleiras, motivo pelo qual não tenho postado nos últimos quase 30 dias, mas não sei ao certo se não as salvei ou perdi no outro computador.
É isso mesmo!
Estou de computador novo, na verdade um note book. Meu. Só meu. Parece egoísmo, mas é apenas um bocado de amor próprio. Eu mereço!
Agora as más notícias: A encomenda vou colocar no correio amanhã, mas ainda não embalei para poder fotografar antes. Então, aguardem notícias delas em breve. Está um pouco atrasada, pois nem sei como estou sobrevivendo a obras em casa, 3 fontes queimadas em um computador em apenas 1 semana (está com a 4ª, ainda funcionando), sem falar do carro que bati e tive que andar uma semana de ônibus e por 1 semana com um carro reserva sem direção hidráulica, que reabriu uma lesão adormecida por 8 anos em meu pulso, e blá, blá, blá… Mas “vamu” em frente!
O prato da mesa de trabalho (ou da sala?) acomoda uma diversidade de coisas. Ao menos todas são desse ano.
Vários no Prato (2)
A coruja é a mais recente Produção Avulsa Intermediária (PAI). Vi algumas no Brique da Redenção em Porto Alegre e interpretei assim. Não sei se ficou igual, nem de quem seria a autoria dela… se alguém souber avise para que eu possa inserir os créditos.
Reparem na mini coruja abaixo da grande. Se lembrar ainda fotografo ela mais de perto. Ela foi o meu protótipo:
Coruja Patchwork

O Dino, jacaré, lagarto, … fiz em junho/julho. Ainda não tem olhos, bem como o Gativec  Pink ao seu lado:
Dino Crochê (3)

Pulseiras feitas com argolas de garrafa de álcool pequena, forrada com Tetra Pak para aumentar a espessura e depois com viés de estampa miúda:
Pulseiras Garrafa de Álcool (2) 
Um broche com pétalas de círculos em tecido:
Broche
As cerejas encontrei no You Tube. Tenho outras frutinhas para o próximo post, Hoje o tempo esgotou. Cerejas (2)
A Flor Rosa em crochê eu já postei aqui no blog em maio, e mais, antes eu menti, esse enfeite para cabelos tem uns 2 anos. Não é desse ano nãããããão!!!!! Ninguém gosta dele. Tinha um em tons de rosa, logo vendi, Tenho que fazer mais coisas do gosto do público e não do meu,,,Cerejas e Fkor
Hoje ainda vou fazer blocos de notas reciclados, feitos de páginas de cadernos não usadas, que sobram todos os fins de anos escolar, e que arrancadas e recortadas novamente, formam novos produtos de utilidade,
Espero que tenham matado a saudade dos meus trecos... Posso não ter postado por um tempo, mas certamente não fiquei um dia sem fazer um craft.

domingo, 27 de junho de 2010

Sacolas reaproveitadas com imagens de Toys

Tentando reaproveitar o máximo possível das coisas que vão para o lixo comum, ou são queimadas, como seriam essas sacolas de uma loja que fechou, eu acabo fazendo coisas que eu mesma acho liiiindas!

Modéstia à parte, essas sacolas não ficaram um show?

Não fica bem melhor carregar nosso crochê, bordado, lanche, algum objeto que temos que levar para o trabalho, etc., em uma sacolinha assim?

Acho até que tem gente que prefere fazer propaganda gratuita para o comércio, ou talvez nem cheguem a pensar sobre o assunto… Mas comigo não! Prefiro sempre coisas personalizadas.

Pena que nem sempre eu encontre imagens dos Toys. Essas inclusive eram de moda. Mas existem outras que também ficam bem alegres…

Feira de Coqueiros 009

 Feira de Coqueiros 010

Feira de Coqueiros 011 Feira de Coqueiros 012

 Feira de Coqueiros 013

Feito à mão

 

 

Para quem ficou curioso com a paisagem ao fundo, é a Ilha de Florianópolis, onde eu vivo, vista da parte continental, especificamente da Feira de Artesanato de Coqueiros, que eu participei hoje. Uma experiência nova, mas venho sendo convidada faz algum tempo, e ontem quase meia-noite, conversei no Messenger com a coordenadora da feira, ela me convidou novamente e resolvi de última hora participar.

Ainda não tenho julgamentos a respeito, pois tinha muito vento e acho que me traumatizou um pouco. Vendi R$ 50,00. Achei pouquinho pelo trabalho que dá, mas as peças estavam muito diversificadas e não chamavam muito a atenção. Tenho que me dedicar aos dedoches e bonecos para esse público. Abaixo, a foto da feira. A esquerda em uma mesa de máquina de tricô (não tinha outra), meus trabalhos expostos e quase sendo levados pelo vento.

Feira de Coqueiros 015

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Votem no meu Peloxo!

Gente!!! Entrem no site da Papirus e votem no meu toy, o Peloxo. Basta clicar na foto dele, atribuir uma nota e votar. Não esqueçam, tá? Afinal ele está bem lindo, não?

Toy Peludo 001

Colagem 1

A votação vai até dia 30/06/2010.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Organizadores verticais

Se tem uma coisa que me incomoda, e certamente a muitas outras pessoas, é quando vou pegar um determinado material e acabo fazendo uma bagunça geral, derrubando umas coisas por cima das outras, quase sempre fazendo algum trabalho com pressa, e não consigo arrumar na hora. E essa cena se repete várias vezes, chegando uma hora que não se acha mais naaaaada! Uma loucura!

Organizar as coisas de uso constante, como colas, tintas, potinhos diversos, etc., estava muito difícil. Então tive uma boa idéia: peguei algumas garrafas Pet gigantes, de 3 litros e cortei a parte superior. Dentro delas encaixei os objetos que se misturavam constantemente nas prateleiras.Cartões 011

As miudezas (ou mediezas, pois não são tão pequenas assim), ficaram agrupadas por tipo, visíveis, ocupando muito pouco espaço na prateleira e principalmente usando toda a sua altura, o espaço vertical. Quando vou procurar algo, retiro apenas as garrafas e pego o material, recolocando-a na prateleira sem fazer bagunça no resto.Cartões 014

Só para terem uma idéia melhor, cabem 9 garrafas cheias de tralhas em apenas 36 cm de prateleira. Antes ela era toda (90 cm) ocupada horizontalmente por esses objetos e um vazio inútil acima deles.Cartões 016  

Também tenho algumas coisas guardadas verticalmente dentro de armários em caixas de sorvete, o que funciona bem com objetos de pouco uso, e escrevo em todos os lados e na tampa o que tem em cada caixa. Mas se for para uso diário já dificulta.Cartões 018

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Artesanato Peruano

Esse trabalho abaixo ganhei da minha irmã há muitos anos, e por conta dele ela teve muitos remorsos, pois pechinchou para comprá-lo e depois percebeu que valia muito mais e que ela  tinha sido mesquinha (palavras dela mesmo). Se não me engano pagou 8 dólares por ele.

Bolos Artísticos 004

Os detalhes merecem nossa atenção, pois são muito bem feitos e o resultado é simplesmente liiiiindo! Sou apaixonada por essa peça.Bolos Artísticos 005

Essa bonequinha, está bem ao meio do painel, na parte inferior, e por ser em relevo só aparece seu cabelo na foto por inteiro.Bolos Artísticos 006

Bolos Artísticos 007

Chamado de Apilleras, é um trabalho semelhante ao Patchwork, mas com enchimento e figuras feitas em 3 dimensões. É uma arte tradicional da cultura do Peru, representando as plantações, colheitas e cenas da vida rural do país. É feito por pessoas de baixa renda que migraram das montanhas para as cidades, sendo praticamente sua única fonte de renda.Bolos Artísticos 008

Há inclusive uma origem política, onde dizem terem  servido para transportar mensagens dentro dos enchimentos. Caso deseje saber mais sobre essa arte, e ver outros trabalhos, pode dar uma olhadinha aqui.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Bandeja com asas de borboleta

Existem coisas que a gente não esquece. Quando eu era criança via muitas coisas feitas com asas de borboletas. Achava muito lindo, pois as asas coloridas cintilavam muito. Certamente elas eram tiradas da natureza com vida para tal trabalho…? Eu não sei.

Espero que hoje, com o aumento da consciência ecológica isso não ocorra mais, o que não exclui a beleza dos trabalhos. Ainda tenho uma bandeja, em madeira, trabalhada com Marchetaria, dos anos 50/60 (eu acho), pintada sobre vidro e tendo como fundo em algumas partes as lindas asas de borboleta.

Vejam por si próprios essa bandeja, provavelmente lembrança para turistas do Rio de Janeiro:

Bandeja 018

 Bandeja 011

O morro é formado pela asa de uma borboleta escura, e as nuvens com asas de várias delas, "tadinhas"!Bandeja 013

Bandeja 015

Bandeja 016

domingo, 17 de janeiro de 2010

Cara nova para as caixas

Sempre fui muito organizada, mas com o passar do tempo, casa, crianças, compromissos, eu já não estou lá essas coisas.
Quando vejo fotos de espaços de trabalhos bem arrumadinhos, caixas forradas num mesmo tom, tudo no seu devido lugar, morro de vontade de ter um assim, mas só as minhas caixas por exemplo, são muito úteis e servem para deixar algumas coisas guardadas sem incomodar, mas ainda estão todas com as impressões de várias coisas, de brinquedos, sapatos, do correio, etc.
Minha filha ganhou de Natal uma boneca que vem em uma embalagem dessas bem grandes, e com a parte interna com motivo de flores cor de rosa e sem nenhum letreiro. Isso bastou para me entusiasmar, e como vejo reciclagem em quase tudo, resolvi começar com ela a melhoria da aparência da minha estante de materiais.
Dei uma olhada e vi que poderia forrar a minha caixa de viéses, então botei mãos à obra. Vejam como ficou:
 Imãs Nestlé 008

A caixa estampada com flores, além de bonita era beeem maior que a dos viéses. Dava perfeitamente para forrar a outra.Caixa de Viés 001 

Aproveitei uns recortes originais da caixa de boneca e colei alguns viéses no local que sobraria, fazendo um detalhe indicativo de conteúdo, e ao mesmo tempo com bom efeito decorativo.Caixa de Viés 021
se você gostou, veja como fazer no meu blog de atividades, o Cria Trecos.