Mostrando postagens com marcador Caraminholas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Caraminholas. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Retorno ao blog!?

Voltando lentamente a postar, pois parece que meu recesso criativo está por acabar, espero… De qualquer forma eu "me permito" isso, fazer só o que gosto por algum tempo, e depois tenho ainda muitas coisas que não postei esperando, esperando...

Estou fazendo um curso de encadernação no Casarão da Lagoa, e aproveitando para aplicar novas ideias aos meus projetos iniciados e não terminados.

E um destes projetos, são esses mini-álbuns de fotografias 3 x 4. Esses abaixo foram os primeiros que fiz, e voltarei a detalhar e falar sobre eles em outra postagem, mesmo porque tenho ainda que fotografar os novos…P7040180

´

Fiz também duas séries de cartões de visita exclusivos, com colagens, carimbos e pinturas, diferentes destes aqui. Mas só pra variar, a memória da máquina fotográfica não quer abrir, só formatar, e vou acabar perdendo as fotos deles. Por sorte, tirei essa (única) foto de um deles antes de colocar o cartão, e ficou na memória da máquina… rsrs!!! Logo fotografo os outros.PC030001

 

Só para constar ainda, e registrar meu retorno ao mundo das artes, minha mesa de trabalho, materiais e ferramentas para fazer pincéis caseiros (tb vou postar em detalhes), e alguns desenhos e aquarelas… Fase bem desenho essa minha, trocando ideias e informações com um novo amigo, criando, rindo e sendo feliz. Essa é minha vibe agora.Foto0028

Foto0020

Foto0023

Foto0025

 

Então pessoas, quem quiser voltar a acompanhar o blog, por favor não me cobrem muito… Volto aos poucos mostrando coisas que gosto e que me dão prazer em fazer. Esse é o sentido da arte, fazer por amor, dividir por prazer.

Obrigada pela leitura até o final do post!

sexta-feira, 23 de março de 2012

Kit decoração para bebê

Fiz esse kit de decoração para quarto de bebê com muito carinho para a filhota de uma amiga, a linda Ana Luísa que chegou em meados de janeiro deste ano. PC160447

É composto pela faixa de bandeirolas com o nome da criança, 2 almofadas e um organizador que pode ser colocado na parede ou nas grades do berço, prendendo com os laços grandes na parte horizontal do berço e com as tirinhas, passando por diversas alças e botões (à escolha do freguês) e amarrando nas grades. Não tinha ideia do tamanho, mas é um acessório útil nos primeiros meses, depois vai para a parede. No canto esquerdo da foto acima, aparece um pedaço de um quadro da artista catarinense, Valda Costa. Caso queiram dar uma olhada e saber mais sobre essa artista, clique aqui.PC160450

Se quiserem ver mais detalhes, é só clicar no álbum abaixo, e se quiserem encomendar, estarei colocando na minha loja do Elo 7, o kit ou peças avulsas.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Cores ao acaso

Às vezes fico horas pensando em uma determinada combinação de cores, Sempre é uma experiência agradável, mas, existe uma coisa chamada acaso (ou seria paixão?), que nos apresenta uma combinação perfeita, inusitada… É a força da natureza agindo.

Bem, o caso é o seguinte, amei a combinação de cores dessa imagem abaixo. Marrom, bege, verde musgo e Roxo. Uma cor terciária, uma neutra e duas secundárias. P6090010

É apenas o tecido de início em lã de outra cor que usei para fazer alguma peça, e por preguiça de sair da máquina fui emendando os restinhos que tinha ali. Agora é só aproveitar em alguma coisa. He! He!

Ah! Ia esquecendo: Tenho algumas peças de tricô para postar. Espero que consiga ainda essa semana, pois ou trabalho, ou me alugo no computador, e iisso inclui tudo: e-mail, blogues, redes, fuçar… e por aí afora.

domingo, 20 de junho de 2010

Resposta a comentário anônimo sobre brinquedo de criança


Gente! Acho que o Criativo dom vai se transformar em Criativo polêmico.
Olhem que absurdo o comentário de uma pessoa "anônima" que recebi agora pela manhã sobre um personagem que fiz ano passado para meu filho Vítor brincar. Vejam o post com o comentário publicado imediatamente após o recebimento (hoje).

Caso não consigam ler, o texto é o seguinte:



"isso é plagio
vc nao citou que o personagem nao foi criado por voce
o nome real dele é domu e existem direitos autorais cobrindo ele. é um personagem muito famoso so voce achou que ia enganar alguem.
espero que vc seja mulher suficiente para ACEITAR O COMENTARIO e admitir o que fez.nós nao vamos nos calar."

Bem, em primeiro lugar, nunca ouvi nem tive ciência de que exista alguma lei que proiba as mães de fazerem qualquer personagem público que veicule por aí para o seu filho. Observem na foto acima, o estado em que se encontra o Mafagafo do Vítor... A isso se chama "plágio"?
Em momento algum, disse que o Mafagafo era criação minha. Mesmo porque se o fosse, certamente eu colocaria a marca d'agua com o nome "Cria Trecos", que uso quando postos minhas criações. E até mesmo recriações, pois nada é imutável e impossível de ser pensado e executado igual ou semelhantemente por duas ou mais pessoas em lugares, momentos e circunstâncias diferentes.
Preste um pouquinho mais de atenção ao que vê e lê, anônimo! Ao menos olhe outros trabalhos do autor do blog para ver como ele costuma postar, se costuma"plagiar", não dar créditos...
A pessoa que criticou o "Meu Mafagafo", além de anônima (poderia ter colocado um e-mail para resposta), nem mesmo conhece o que está defendendo!!! Pois vejam abaixo o que encontrei na pesquisa de imagens do Google ao pesquisar "domu":

Nem me dei ao trabalho de acessar qualquer link da pesquisa, pois não vi nenhum Mafagafo ali, e também porque o anônimo  provavelmente não sabe nem escrever (ou desconhece) o nome do que está defendendo (e não sabe português tb, porque teclado não é sinônimo de não se utilizar espaços, maiúsculas, acentos, não revisar o que foi escrito fora de bate-papo on line, ainda mais se quer ver publicado seu comentário, etc...).
Achei a forma correta do nome do tal personagem através do meu filho de 11 anos, e aparece na Desciclopédia como "Mafagafo", mas não vou dizer aqui, ele que pesquise o correto se quiser saber.
Conheci como Mafagafo e assim vai ficar para mim.
Quando meu filho passou dias me pedindo para fazer um Mafagafo, personagem das Parlendas infantís, pedi a ele que o desenhasse para mim. Ele fez direitinho, e só para entender melhor os detalhes, pedi que pesquisasse o tal bicho no Google para que eu o fizesse. E vejam a pesquisa por "Mafagafo":

A partir das imagens acima, eu o fiz, achei lindo, meu filho ficou feliz, postei e vou postar smpre o que eu produzir. Não tenho por hábito não dar créditos, mas uma coisa com milhões de fotos e citações na internet, é impossível de fazê-lo. Não tenho meios de saber o verdadeiro criador, o verdadeiro nome e nem mesmo quando surgiu. E esse é o caso do Mafagafo.
O "anônimo", caso queira cobrar alguns direitos autorais, o que eu duvido muito, deve investigar e cobrar primeiro de todos esses outros sites, pessoas, empresas, que utilizaram o bicho anteriormente ao post do "Meu Mafagafo (do Vítor)". Inclusive aparece assim como Mafagafo na Desciclopédia como podem ver abaixo. Caracterizados, discutidos, comentados e até em desfiles de moda...



Bem, é só. No próximo post estarei colocando algumas coisas minhas, pingente de crochê e chaveiros com peças em papel machê.
E desculpem-me os crafts, artesões, pessoas que fazem trabalhos manuais, handmades, etc, por mais essa polêmica ao invés dos trabalhos.
Ah! E podem fazer qualquer coisa publicada em meus blogs, para seus filhos, maridos, mães, amigas, para dar a quem quiserem. mesmo porquê não existe meios de impedir, a menos que se esconda num cofre, não se divulgue. Para quem é pessoa física, pode fazer até para vender e aumentar a sua fonte de renda.
E se alguma empresa se apropiar indevidamente das minhas criações, só tenho uma coisa a dizer: Mais tem Deus a dar do que o Diabo a tirar... Não vou me estressar, não vale a pena.
É para dividir coisas boas que eu posto, e não para me exibir, aparecer ou lucrar!
Responda você agora, anônimo! E se mostre, não se esconda no anonimato. Diga quem são o "nós nao vamos nos calar", fale, apareça!


domingo, 13 de junho de 2010

Vintage ou Retrô?

Os termos Vintage e Retrô  costumam gerar uma certa confusão, e muitos pensam até que sejam a mesma coisa. Então, só para esclarecer a quem possa interessar, resolvi postar o que diferencia um do outro.

Estilo Vintage:

Apesar da palavra ter sua origem ou significado na colheita de uvas, de vint relativo à safra de uvas e age de idade, essa palavra foi adotada para denominar os estilos marcantes usados nas décadas de 1920 até 1960, principalmente na moda, mas que pode abranger também a decoração, o design de objetos, as jóias, a arquitetura entre outros.
O importante é saber que para ser considerado Vintage, os objetos ou roupas devem ser autênticos dessa época, com a aparência de antigo, usado, desgastado (não obrigatoriamente, pois ainda encontramos hoje algumas peças vintage que nunca foram usadas…).

Esse estilo na atualidade é caracterizado principalmente pelas Pin-ups, as modelos e atrizes que posavam para desenhos e pinturas sensuais (e ao mesmo tempo com ar de ingênuas), e que foram muito utilizadas em calendários nessa época, o que originou o seu nome, pois eram produzidos para serem pendurados (em inglês, pin up), e que posteriormente começaram a serem produzidos em massa como pôsteres.

01_(92) - Cópia 00055 - Cópia 00079 - Cópia

Estilo Retrô:

São estilos atuais inspirados em épocas passadas, como a própria palavra diz: atrás, para trás.

Para que uma peça de roupa, de design, arquitetônica ou qualquer outra coisa seja chamada de Retrô, ela deve ser nova, feita nos dias atuais utilizando-se das formas de um estilo do passado. Nesse caso podemos abranger diversas épocas além do estilo Vintage, como os anos 70, 80, 90, ou até mesmo épocas mais antigas.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Sobre o Cria Trecos

Venho tentando organizar minhas coisas. Entre elas está o novo blog Cria Trecos, que está em construção, pois pretendo colocar lá apenas meus objetos, criados, recriados, achados na net, entre outros, mas com a diferença de não vou colocar minhas impressões pessoais. Outra das coisas que me incomodam pela desorganização são as Tags para colocar em meus trabalhos.

Cria Trecos foi o nome escolhido, uma coisa que faltava. Podem inclusive observar que tenho colocado a marca dágua sobre as fotos com esse nome.

Não sei exatamente que confusão estou fazendo, mas vou adiante assim mesmo. É melhor que não fazer coisa alguma e ficar só pensando.

Faz tempo que eu queria criar essas Tags (nome moderno de etiqueta???) para colocar meu telefone e o preço das peças, já que não sou lá muito boa vendedora. Acho que vai facilitar e padronizar.

Só que eu queria algo que fosse bem simples e de preferência reciclado. Também queria usar retalhos de tecido e fazer algum tipo de carimbo para o nome e informações.

Fiz vários modelitos. Colei uma impressão comum nas tags apenas para ter idéia do resultado do carimbo. Os cartões estou cortando com o facão de mesa, e foram reciclados de umas (+ ou - 500) caixas que tenho, de uma loja que faliu, que ganhei de um vizinho… e estou aproveitando toda a área em branco para o corte das tags. Vou ter etiquetas que não acabam mais. São muitas caixas.

A Provisória 2 047 

As que gostei mais foram estas abaixo, e pretendo usar todo tipo de retalho estampado, além de dois carimbos, um com o nome e outro com local e telefone. Também acho que vou assinar abaixo do Cria Trecos, colocando por Patricia Karina.

Acho que ficou legal. Gostei! Lógico que com o carimbo vão ficar bem mais artesanais. Estas medem 4cm x 5,5cm.

 A Provisória 2 049

A Provisória 2 048 

A Provisória 2 050

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Espaçamento ótico e espaçamento mecânico

Outra das minhas paixões, agora um pouco adormecida, é o design gráfico.
Hoje em dia, com o advento dos PC's, muitas pessoas se acharam habilitadas a fazerem suas próprias propagandas, publicidades e até mesmo logotipos. Acham que para isso basta ter om computador. O problema é que a grande maioria não entende "bulhufas" da profissão, e acabam deixando a desejar... E o trabalho de profissionais, que estudaram para isso, acaba sendo desvalorizado.
Neste manual abaixo, das décadas de 50/60, (acho que é de Ross F. George), que herdei de minha mãe, da época em que cartazes e lay-outs eram feitos a maioria à mão livre, já havia estudos que hoje ainda prevalecem. Mas quase ninguém se baseia em coisas antigas, acham que são ultrapassadas.

É um erro comum os ditos "designers" não saberem espaçar corretamente as letras. Os programas atuais, oferecem meios de se trabalhar perfeitamente as letras, com a opção do espaçamento ótico, (onde as letras irregulares não podem manter a mesma distância que as regulares), pois o resultado não será harmonioso e prejudicará a legibilidade e a unidade do logotipo. Observe acima, na palavra "spacing", qual o melhor visualmente falando?

Lendo o artigo da coluna - Bruno Porto, "Atirando no pé do design nacional. Pergunte-me como!", publicada no boletim 01/2009 do Portal DesignBrasil.org.br (http://www.designbrasil.org.br/portal/artigos/exibir.jhtml?idArtigo=1362), fiquei muito contente pelo fato de o design gráfico profissional estar cada vez mais presente no mercado, e que tanto estudantes como agências podem oferecer um bom trabalho.

O que mais me chamou a atenção foi que o anúncio feito por uma agência especializada, conforme as notas de Bruno Porto, pecou no espaçamento das letras do seu novo logotipo, ( o "r" do drops deveria estar mais próximo do "o"). No outro logotipo da Made Moi Selle, feito por estudantes, também concordo que as letras todas deveriam manter a mesma espessura, porque a primeira vista o nome parece ser apenas "moi". Entretanto, acho bem pior o erro da agência, que teoricamente deveria ter um bom estudo do caso e ser perfeito. Ambas as partes necessitam de mais estudo, o que falta na juventude atual. Deve-se sim, é reconhecer o talento do profissional independentemente de sua formação.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Blog Inspirador

Quando comecei há seis meses atrás, fiquei empolgada e comecei a buscar coisas na rede, encontrei o blog Tessituras (http://www.agulhaselinhas.blogspot.com/), onde me identifiquei e achei muitas coisas interessantes para ver e fazer. Também adorei o layout que tinha na época, os desenhos vintage, e as Bonecas de Papel, das quais recebo as atualizações, e que me fazem muito feliz, pois volto a ser criança.
Na época mandei um e-mail para a Rosa, autora do blog, que me respondeu com muito carinho incentivando-me a ir em frente. Acho que se não fosse aquele e-mail eu não teria continuado, e agradeço muito por isso.
Como ainda estou engatinhando, somente agora descobrí como acompanhar blogs, e isso ainda porque uma amiga adicionou o meu blog no seu para acompanhar, e o blog dela é um dos que seguirei de agora em diante, bem como o Tessituras.
Espero, que a Rosa resolva mesmo criar um blog para nós iniciantes, como lí em uma entrevista sua.
Em minha última postagem, quando achei o site da Cannon, lembrei do Tessituras, que sempre tem coisas bacanas desse tipo e resolví também começar a postar as coisas boas que encontro na internet. Ficando registrado, certamente não esquecerei com o tempo.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Trabalhos...

Não tive muito tempo de escrever nestes últimos dias.
Cortei e costurei 23 saias de espanhola com babados, para o dia do folclore lá na escola. Em cinco dias. Uffa!
E domingo ainda resolví fazer uma coisa que ficasse pronta no mesmo dia, tinha que ser terminável (e já era bem tarde). Montei 5 bonequinhas da sorte (chaveiros), fiz mais outros 5 chaveiros e para finalizar, na segunda-feira, minha folga, fiquei em casa e fiz 10 cartões para o natal.
Achei que ficaram muito coloridos, mas é que achei alguns cartões iniciados e acabei fazendo no mesmo estilo.
Gostaria de ser mais ágil, fazer mais coisas, realizar mais, produzir mais...

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Na mesma

Oi!
Ainda estou na mesma. Em vez de postar e trabalhar, fico aquí tentando fazer com que os comentários de outros possam ser publicados. Já fiz tudo que devia e... nada.
Por hoje é só. Beijos!

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Me empolguei

Faz tempo que quero expor meus trabalhos, e agora resolví fazê-lo. Se bem que não sei quase nada, mas vou aprendendo.

Ainda não tenho imagens no laptop, portanto, por hora só vou configurar alguma parte.
Mas prometo que vou colocar coisas bem legais que já fiz.
No momento estou retornando ao tricô à máquina, depois de uma fase de hibernação.
Espero que todos gostem das minhas postagens.